quinta-feira, 31 de julho de 2014

Contagem regressiva

Queridos Leitores,

Daqui 30 dias o nosso blog comemora o seu primeiro ano de vida. Queremos compartilhar essa alegria com vocês, pois nosso maior presente é a participação diária de cada um!

Nesse primeiro aniversário, o presente é para vocês!

Basta enviar fotos de mesas ou receitas que fizeram inspiradas pelo nosso blog, para o e-mail parainspiracao@gmail.com.

Como os sorteios não são mais permitidos nas redes sociais, iremos escolher uma leitora, ou um leitor, para presentear com esse lindo jogo de porta guardanapos vermelhos, trazidos de Tiradentes.

Não deixem de participar!

Equipe do Blog Inspiração




quarta-feira, 30 de julho de 2014

Petit Gateau

Sabe aquela receita realmente especial, que de tão boa vale a pena repetir mil vezes? Foi por isso que resolvi republicar este post da sobremesa favorita aqui de casa: Petit Gateau. 


Além de delicioso, é prático e elegante. Prático porque deixo os bolinhos prontos, congelados, e, na hora de servir, é só assar. Elegante porque a montagem dos pratos individuais é linda e também não comemos com muito exagero. Basta um bolinho com uma bola de sorvete por pessoa. O meu sorvete preferido é o de creme.

Segue a receita. Espero que gostem! Um beijo,

Luciana

Ingredientes:

  • 150 g de chocolate meio amargo ou ao leite (pode usar a barra de 180 g)
  • 50 g de manteiga sem sal (em temperatura ambiente)
  • 2 ovos inteiros (em temperatura ambiente)
  • 2 gemas (em temperatura ambiente)
  • ¼ de xícara de açúcar refinado
  • 2 colheres de farinha de trigo

Modo de fazer:

  • Derreter o chocolate em microondas (na potência 2 ou mínima) por 2 minutos. Mexer e colocar mais alguns minutinhos ou até que o chocolate esteja derretido. Ajuntar a manteiga sem sal e levar ao microondas (ainda em potência 2) por mais alguns segundos, só para incorpor ao chocolate. Mexer bem e reservar.
  • A parte, bater os ovos com as gemas e depois ajuntar o açúcar. Eu prefiro usar a batedeira, mas se quiser, pode bater na mão mesmo. Depois de bem batido, ajuntar o chocolate derretido com a manteiga e bater mais um pouquinho (agora na mão). Só então ajuntar a farinha de trigo. Mexer delicadamente.
  • Colocar nas forminhas próprias para petit gateau, previamente untadas com manteiga e esfarinhadas.
  • Uma receita rende 8 forminhas. Se quiser fazer mais receitas, pode congelar (sem assar). Não é preciso descongelar os bolinhos para assar.

Modo de assar:

  • Forno pré-aquecido (200ºC). Assar até que os bolinhos cresçam e criem uma crosta fina (em torno de 15 minutos, mas depende muito de cada forno). Servir quente e com sorvete.



terça-feira, 29 de julho de 2014

Mesa de prima

Lembram daquela minha prima, que já falei com vocês aqui? Então, outro dia ela montou uma mesa para ela e o marido e recebi as fotos. Achei que a mesa ficou muito fofa. Está mais clean, sem muitos elementos, mas extremamente delicada e envolvente.

Ela usou uma passadeira de crochê branca, sousplats azuis, pratos e guardanapos brancos e taças transparentes. Para decorar, castiçais de cristal com velas brancas e arranjo de flores em branco, turquesa e lilás.

Achei um charme. E vocês? Façam também como a minha prima. Mandem pra nós as fotos das mesas que estão montando. Vamos adorar mostrá-las aqui. Um beijo carinhoso, 

Andreia







segunda-feira, 28 de julho de 2014

Cakes e Doçuras

O blog Inspiração traz hoje uma dica preciosa! A cereja do bolo se transformou em arte!

Cakes e Doçuras é a nossa indicação para quem é de Belo Horizonte, e quer um bolo caseiro, delicioso, maravilhoso, totalmente personalizado e feito com muito carinho! É só o que tenho a dizer sobre a Cakes e Douçuras. É uma escolha sem erro! Vale a pena conferir! 


Vocês podem conferir várias outras fotos, no instagram: MPCAKESEDOCURAS, ou entrem em contato pelo email: mariliaperescakes@gmail.com. Espero que gostem dessa dica! Beijos e até breve.
Letícia









sábado, 26 de julho de 2014

Sopa de Capeletti

Aproveitando o friozinho que está fazendo, outro dia, preparei para o jantar uma sopa de capeletti que ficou ótima! O caldo de carne para a sopa foi preparado antecipadamente e a massa do capeletti comprada pronta. Quando cheguei do trabalho, foi só cozinhar a massa, esquentar o caldo da sopa, misturar a massa ao caldo e deixar ferver mais um pouquinho. Prático, rápido e uma delícia! 

Para acompanhar, arrumei uma mesa bem simpática com jogos americanos azuis e porta-guardanapos de lavanda. Gostaram? Um beijo, 
Luciana

Ingredientes:

  • 500 de capeletti de queijo
  • 4 colheres de sopa de óleo
  • 1 dente de alho bem picado ou amassado
  • 1 cebola média bem picada ou ralada
  • 1 ou 2 tomates picados (sem casa e sem semente)
  • Sal e pimenta a gosto
  • 250 gramas de carne em cubinhos pequenos
  • 1,5 litro de água

Modo de fazer

  1. Ferva 1,5 litro de água. Reserve.
  2. Em uma panela, coloque o óleo e refogue o alho e a cebola até dourar. 
  3. Coloque a carne e deixe dourar. 
  4. Acrescente os tomates e os temperos.
  5. Acrescente 1 litro de água fervente e deixe cozinhar bastante.
  6. Acrescente o capeletti, o restante da água e deixe cozinhar. 

Em duas etapas:

  1. Prepare antecipadamente o caldo de carne (até o item 5), usando 1,5 litro de água. Guarde na geladeira.
  2. Quase na hora de servir, ferva mais 1 litro de água e cozinhe o capeletti. Escorra a água.
  3. Em outra panela, esquente o caldo de carne e junte ao capeletti já cozido.
  4. Deixe ferver mais um pouco. 
  5. Sirva em seguida, acompanhado de queijo ralado e pão de sal.



sexta-feira, 25 de julho de 2014

Lar, doce lar!

Um dos meus programas preferidos, como já disse a vocês, é ficar em casa e poder curtir minha família. E acho que não precisamos esperar o final de semana chegar para viver e desfrutar dos bons momentos da vida. Lá em casa, basta estarmos com vontade para abrir um vinho, colocar a conversa em dia, desfrutar de uma comida gostosa e de uma mesa bonita. Ou, às vezes, optamos por ficar debaixo do cobertor assistindo televisão com um balde de pipoca na mão. Afinal, não precisamos de muita coisa para ser feliz, não é mesmo?

Um simples jantar, após um dia longe dos que amamos, já se torna muito especial! E é mais uma noite assim que mostro a vocês hoje. Era meio de semana, então não fiz muita produção, mas adorei essa mesa.  Minha filha dormiu, por isso a mesa para dois.

Usei jogo americano floral, pratos brancos, guardanapos beges, porta guardanapos prata e taças vermelhas. O arranjo também foi feito em vermelho, para combinar com a cor predominante dos jogos americanos.

Eu gostei da mesa e, principalmente, de ter a oportunidade de mais um momento delicioso em minha casa! Se gostaram desse post, deixem recadinhos. Amo receber notícias de vocês!! Um beijo.
Andreia
 





quinta-feira, 24 de julho de 2014

Brigadeiro de Limão Siciliano

Brigadeiro é uma das melhores invenções da humanidade, concordam? Acho que é a mistura perfeita de ingredientes. Uma fórmula mágica!  Há pouco tempo, mostramos uma receita de brigadeiro de microondas, lembram?

Outro dia, minha mãe e eu testamos juntas mais uma receita do site MontaEncanta. Fizemos, provamos e aprovamos o brigadeiro de limão siciliano. A receita é facílima e o sabor, divino! Vamos testar?

Ingredientes:
  • 1 lata de leite condensado
  • 100 gr. de chocolate branco
  • 1 colher sobremesa de manteiga
  • raspas de 1 limão siciliano
  • suco de 1/2 limão siciliano
  • chocolate granulado para confeitar
Modo de fazer:
Rale a casca do limão siciliano, sem chegar na parte branca, reserve.
Esprema 1/2 limão siciliano sobre as raspas e reserve.
Corte o chocolate em pedaços pequenos.
Em uma panela grossa, coloque o leite condensado a manteiga e o chocolate. Mexa bem até derreter o chocolate, só depois acrescente as raspas com o suco.
Continue mexendo até dar o ponto de brigadeiro. (O site Monta Encanta sugere mexer por 12 minutos!)

Transfira para uma vasilha untada, cubra com filme plástico e aguarde por pelo menos 12 horas para enrolar, não é necessário colocar na geladeira.

Depois disso, é só enrolar como de costume e saborear essa delícia! Espero que gostem da receita de hoje!  Beijos e até o próximo post.
Letícia








quarta-feira, 23 de julho de 2014

Pottery Barn

Faz algum tempo que eu tenho o nome desta loja na minha lista de dicas de viagem, mas ainda não tinha tido a oportunidade de conhecê-la. Uma vez passei em frente à vitrine da loja do Flórida Mall, em Orlando, mas como já era tarde e estávamos muito cansados, não pude entrar.

Na última vez que estive nos Estados Unidos, reservei um tempinho para visitar uma das lojas da Pottery Barn em New York, que fica no Lincoln Square (67th and Broadway), enquanto meu marido passeava pela Apple, que fica bem próxima. Marcamos de encontrar em 45 minutos, tempo suficiente para conhecer os 2 andares da loja. No andar térreo, existem ambientes decorados, com uma variedade de móveis para área interna e externa, acessórios e objetos de decoração da casa. Adorei as mesas que estavam arrumadas e, como não poderei deixar de ser, fiquei encantada com a sessão dos jogos americanos e guardanapos, cada estampa mais linda que a outra. No subsolo, ficam os ambientes de quarto e banho, com várias opções de lençóis e toalhas maravilhosas. Tudo muito lindo e sofisticado. Os preços não são tão atrativos com os da Bed, Bath & Beyond, mas mesmo assim, bem melhores que os do Brasil.

Quando estiver viajando pelos EUA, vale a pena reservar um tempinho para conhecer esta loja. Fica a dica! Vejam algumas fotos que tirei. Um beijo,

Luciana






terça-feira, 22 de julho de 2014

Final de semana em Tiradentes

Como já comentei com vocês, eu e meu marido resolvemos passar um final de semana a dois em Tiradentes.

Para quem não conhece, Tiradentes é uma cidade linda, no interior de Minas Gerais, que fica a 214 km de Belo Horizonte, e apresenta um dos conjuntos arquitetônicos mais preservados entre as cidades históricas brasileiras.

A cidade é encantadora, envolvente e aconchegante. Se tiverem oportunidade de conhecer, recomendo demais! Vale caminhar pelas ruas de pedra, visitar as igrejas, se encorajar a andar de charrete nas descidas íngremes e fazer o passeio de Maria Fumaça até São João Del Rey. Vale parar a cada minuto para apreciar os detalhes naturais e arquitetônicos dessa linda cidade. Vale se permitir degustar e se lambuzar com as maravilhas da comida mineira. Ah, e vale se perder nas várias lojinhas de souvenir, artesanatos, decoração, doces caseiros e cachaças mineiras. Vale também sentar em um dos vários barzinhos da praça central para comer, beber ou simplesmente apreciar o movimento dessa cidade, que recebe turistas do mundo todo. Vale se permitir ser feliz, com tudo de bom que Tiradentes irá te oferecer!

E por falar em compras e comidas, vou mostrar a vocês um pouquinho do que fizemos lá. Almoçamos no Padre Toledo, um restaurante típico de comida mineira. À noite, fomos ao restaurante Traga Luz, extremamente aconchegante e romântico. Ambos ficam na Rua Direita.

E durante o dia, além de irmos à Igreja Matriz para agradecer as bênçãos que temos em nossas vidas, nos divertimos percorrendo as ruelas e lojinhas da cidade. Comprei muitos porta guardanapos de flor em ferro (loja Casal Mineiro), jogos americanos (loja Arte e Tal) e bandejas provençal (loja Toque Mineiro). 

Abaixo, um pouquinho do nosso final de semana em Tiradentes. Quem tiver oportunidade de ir, recomendo muito. Um beijo,
Andreia

Fotos: Acervo pessoal e reprodução





segunda-feira, 21 de julho de 2014

Azulejo Português

A palavra "azulejo" é de origem árabe: azzelij (ou al zuleycha, al zuléija, al zulaiju, al zulaco) e significa pequena pedra polida. Porém, é muito comum associar esse termo com a palavra azul (termo persa لاژورد: lazhward, lápis-lazúli) já que grande parte da produção portuguesa de azulejo se caracteriza pela predominância da cor azul. (* Fonte de pesquisa: wikpedia)

Sempre que eu penso em azulejos, são os portugueses, que vem à minha mente. E sobre eles não há dúvida que estão em alta. A opção por essa estampa, seja na moda, na arquitetura ou até à mesa, será uma escolha acertada! Podem acreditar!

Vejam que charme ficou essa mesa. Usei toalha branca, sousplat de madeira com tecidos em estampa portuguesa e aproveitei para estrear o aparelho jantar que ganhei de presente de dia das mães, branquinho, branquinho! Muitas vezes precisamos de algo bem clean pra fazer as mesas né? Pra completar, usei taças azuis e porta guardanapos de Hortênsia, feitos pela minha irmã Luciana.

Eu adorei o resultado! E vocês, o que acharam? Quero saber a opinião de vocês! Beijos e até a próxima.
Letícia








domingo, 20 de julho de 2014

Procura-se um Amigo

Para celebrar o "Dia do Amigo", queremos dividir com vocês esse lindo poema de Vinícius de Morais, uma boa reflexão para a vida e bem propícia para o dia de hoje.

Obrigada a cada um de vocês que nos acompanha diariamente!


Procura-se um Amigo


Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimento, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir. Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar.

Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja de todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo. Deve sentir pena das pessoas tristes e compreender o imenso vazio dos solitários. Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.

Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova, quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grande chuvas e das recordações de infância. Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.


Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo. Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.


Foto: reprodução.

sábado, 19 de julho de 2014

Com simplicidade e carinho

Um simples lanche da tarde, com cachorro quente, milho cozido e bolo de milho, acompanhado de uma mesa arrumada com muito carinho, pode se transformar num momento especial em família.

Nesta mesa usei jogos americanos xadrez de laranja, amarelo e azul, louça branca, copos de bico de jaca transparentes e guardanapos laranja. No centro da mesa, coloquei um vasinho de calandivas amarelas para jogar com as cores dos jogos americanos. Uma mesa simples, mas charmosa, com uma comidinha também simples, mas muito gostosa! Um beijo,
Luciana
 



sexta-feira, 18 de julho de 2014

Mais um almoço de amigas

Adoro compartilhar com vocês os momentos gostosos e especiais da minha vida. E hoje trago mais um. Fui almoçar com uma amiga que amo de paixão  (já compartilhei nesse post outro almoço nosso). Era meio de semana, estávamos na correria do horário, mas por quê não fazer desse mais um encontro especial? 

Escolhemos o Glouton, um restaurante que fica no bairro de Lourdes, em BH. Uma delícia! Recomendo pelo ambiente, atendimento e pela comida. De entrada pedimos tartine de tomatinho uva confit com burrata cremosa e basílico. Além de linda, estava deliciosa!

Como prato principal, minha amiga escolheu o Dourado do mar em crosta de paçoquinha com banana da terra e pupunha. Já eu optei por papada de porco ensopada e grelhada com mil-folhas de mandioca. Acredito que agora estejam fazendo uma cara bem estranha para esse meu prato. Ok, eu também fiz essa mesma cara quando li o cardápio, mas decidi apostar na sugestão que o cheff havia me dado.  Então, criei coragem e pedi a papada de porco. Não me arrependi em nada. O prato era simplesmente maravilhoso! O único problema dele é o nome.  Acho que se mudassem para petit gateau de lombo ficaria ideal, não acham? Risos.

Bem, como eu e minha amiga sempre achamos motivos para comemorar nossos encontros, escolhemos um delicioso vinho branco italiano para nos acompanhar. O entusiasmo foi tanto que esqueci de tirar foto do rótulo e também de anotar o nome. Dessa vez declinamos da sobremesa.

Com certeza, esse foi mais um encontro delicioso que tivemos juntas. Apenas mais um, de muitos que ainda teremos! Um beijo,

Andreia