segunda-feira, 21 de maio de 2018

À mesa com o México

Hoje é dia de convidada especial aqui no blog! 
Com vocês, nossa amiga Elaine Resende, com seus textos deliciosos...

À mesa com o México

Encontros entre amigos têm um charme extra quando os anfitriões optam por jantares temáticos.  Além do que será oferecido para comer e beber, a decoração da mesa merece ser caprichada, buscando referências na cultura do país escolhido, e aí a criatividade rola solta...

E se tem um povo rico em cultura e gastronomia é o mexicano! Sem falar no jeito alegre e festivo, muito parecido com o dos brasileiros. Foi de lá então que nos veio a inspiração para um jantar temático oferecido a um casal muito querido.

Para a arrumação da mesa escolhi uma toalha pintada à mão, de fundo verde e com flores em amarelo e vermelho. Era o colorido que eu precisava para remeter ao México. Os sousplats em tom terroso casaram bem com os detalhes florais do prato. Optei por guardanapos em estilo mais rústico e porta guardanapos com detalhe de rosa para compor bem.

E como elementos decorativos, taças de sobremesa com a função de vasos para abrigar rosas artificiais (fixadas no sal grosso), pequenos vasinhos com folhagem verde na frente dos pratos – a ideia era lembrar dos cactos -, copos com estampa de caveiras e uma charmosa bonequinha da Frida Kahlo, que saiu do quarto da minha filha direto para a mesa!

Mas sem dúvida a atração da noite era mesmo a comida! Servimos burritos, tacos, quesadillas, guacamole, molho de carne com chili e, claro, nachos. Para beber, cerveja (achamos um copo em formato de caveira que ficou super no tema), tequila e um drink delicioso e refrescante, o Tequila Sunrise (a mistura de tequila, suco de laranja e groselha deixa a bebida com uma cor incrível). E para adoçar a boca e finalizar ainda melhor a noite, a sobremesa foi paleta mexicana.

Culinária reconhecida

Na época em que oferecemos o jantar li uma curiosidade: a culinária mexicana foi reconhecida em 16 de novembro de 2010 pela Unesco como Patrimônio Mundial, com o argumento de que a cozinha local manteve sua identidade intacta desde suas raízes pré-hispânicas. O título abrange desde os ingredientes clássicos, como milho, feijão, abóbora e pimentão, até os sabores atuais, influenciados pela colonização europeia.









Nenhum comentário:

Postar um comentário