sexta-feira, 17 de março de 2017

Chá para aquecer o corpo e a alma


Ei pessoal, tudo bem? Sabe aquela noite em que seu corpo pede algo para aquecê-lo e aconchegá-lo? Eu estava assim outro dia e decidi tomar um delicioso chá antes de ir para a cama.

Aproveitei para montar uma linda mesa para mim. Afinal, eu também mereço, não é mesmo? Estreei meu bule e xícara decorados, que são puro charme. Estava uma delícia e fui dormir com uma sensação de leveza e bem-estar muito grandes.

Resolvi, então, pesquisar a origem do chá e algumas dicas de sabores ideais para serem consumidos ao longo do dia. Espero que gostem! Um beijo e bom final de semana.
Andreia

A origem do chá: Apesar de existirem muitas
histórias a respeito do surgimento do chá, a mais comum vem da China. De acordo com ela, o Imperador Shen Nung, em torno do ano de 2.800 a.C., tentando evitar as grandes epidemias que aconteciam em seu reino, determinou como lei a fervura da água antes do consumo. Com esse hábito, o imperador costumava ir tomar a água quente embaixo de uma árvore. Durante essas experiências, caíram folhas dentro do recipiente com água, que deixaram o sabor diferente e muito agradável. A partir disso, o imperador começou a fazer experiências com outras folhas e plantas e escrever sobre seu sabor e como sentia-se após o consumo. A bebida começou a ser consumida em toda a China.

A partir do século XIX, tornou-se comum em torno de todo o mundo partindo para Inglaterra, Estados Unidos, Austrália, Canadá e diversos países. Esse hábito tornou-se, além de prazeroso, um tratamento medicinal, enquanto no Japão o preparo das bebidas tornou-se uma arte.



Algumas sugestões de sabores:
Para começar o dia: 
Chá verde – é um bom substituto do café, pois também contém cafeína. É também um bom desintoxicante. Experimente fazer uma infusão de uma pitada de chá verde com algumas folhas de erva-cidreira.

Chá de maçã – muito saboroso, combina bem com biscoitos ou bolos simples. Use maçã seca, canela em pau, cravo-da-índia e um bom pedaço de casca de laranja.

Chá de rosas – muito chique, para tomar com as amigas!Faça a infusão com rosas secas e coloque um dedinho de água de rosas depois de pronto.

Tchai – é o típico chá indiano. Ferva no leite por 3 minutos: canela, cravo-da-índia, vagens de cardamomo, gengibre (pouco), anis estrelado, zimbro e açúcar mascavo a gosto. Depois, adicione chá preto ou chá de jasmim e abafe por 5 minutos.

Digestivos:

Banchá – é o “chá japonês”. O mesmo que o chá verde, mas as folhas são envelhecidas por pelo menos três anos. Por ser altamente alcalinizante, também é indicado contra azia.

Chá de especiarias Ayurvédico – recomendado para ativar o “fogo” da digestão. Indicado para quem tem digestão lenta, gases ou mau-hálito. Ferva paus de canela, alguns cravos-da-índia, vagens de cardamomo e 1 dedinho de gengibre. Podem ser tomadas várias xícaras ao longo do dia.

Erva-doce – puro ou com canela, é uma delícia!

Para dormir:
Camomila – experimente adicionar à camomila algumas folhas de manjericão. É extremamente calmante.

Cidreira – por ter um sabor suave e adocicado é muito indicado para as crianças também.

Algumas dicas:
Durante a noite, evite receitas com cafeína para evitar de perder o sono (é o caso dos mates em geral, do chá preto e do chá verde). Prefira os relaxantes e experimente tomá-los bem quentes, pois ajudará a pegar no sono mais rapidamente.

Nunca ferva ervas ou frutas. Apenas sementes ou cascas podem ir ao fogo sem perder as características originais. O ideal é ferver a água e, numa caneca ou xícara, fazer uma infusão com os ingredientes escolhidos. Deixe a mistura abafada por 3 a 5 minutos, tempo suficiente para o chá ganhar sabor.

Fonte: internet

Um comentário: