Mesa marinheiro

Um pouco do clima marítimo pra brincar o carnaval e lembrar do alto astral de quando se está na praia! Como se diz: se Minas não tem mar, a gente traz a praia pra perto de nós. Foi com essa ideia que montamos uma mesa descontraída e, ao mesmo tempo, bem charmosa para um dos almoços dos dias de folia, quando recebemos amigos muito especiais em casa. Então, vamos levantar âncora e içar velas, afinal, navegar é preciso!


O ponto de partida para a montagem da mesa foram as capas de sousplats com a temática escolhida. Optamos por combinar duas estampas diferentes mas com a borda idêntica de listras azuis e brancas para facilitar a harmonização. Assim, tínhamos desenhos tanto de seres marinhos (estrelas-do-mar e conhas) quanto da tradicional roda do leme (também chamado de timão). Feito isso, não havia dúvidas de que os pratos deveriam ser transparentes para destacar as figuras dos sousplats. 

Ressaltamos o azul marinho na mesa com as taças de água e outros elementos decorativos. Para quebrar a quase monocromia, jogamos pontos vermelhos, usando guardanapos, porta-guardanapos e porta-velas nessa cor. Por fim, o tagere também serviu para completar a decoração, onde foram colocados um vaso vermelho cheio de flores coloridas e um barco a velas. Achei uma corda nos guardados aqui de casa e aproveitei para também usá-la no layout.

E, nessa atmosfera náutica, os convidados entraram na brincadeira com suas roupas listradas combinadas com chapéus e gravatas de papel que compramos em uma loja de festas. Assim brincamos nosso domingo de carnaval, onde não faltaram alegria, descontração, boa música e comidinhas deliciosas. Já deixou saudades esses dias de folia na companhia de uma turma nota mil!
Elaine Resende








Comentários